Meu blog mudou!

Voce vai ser redirecionado em 5 segundos. Se nao for, visite
http://www.pimentarosa.net
e adicione aos seus favoritos.

terça-feira, 10 de março de 2009

Fim de Semana da Loucura! - Parte I




Lembram que eu falei sábado que meu fim de semana estava sendo ótimo?
Pois é. Isso foi devido principalmente, à visita de uma pessoa muito especial pra mim, que despencou láááá da Bahia aqui pra São Paulo, a Lari Hyuga.

Lari e eu nos conhecemos no flickr há uns 6 meses (acho), e desde então nos falamos por lá, por msn, por orkut..
A gente tem o mesmo tipo de humor, muitos interesses parecidos, e o mais importante: a gente chora de rir uma da outra.
Aí, quando ela me avisou que viria pra Sampa City ver o show do Água de Annique (que até então eu nunca tinha ouvido falar/ ou cantar), já comecei a pensar em todo o itinerário da visita, e - lógico - guardar uma grana, porque eu tinha certeza que esse itinerário incluiriam muitas e muitas lojas e eu ia ficar tentada a comprar uma coisa ou outra (he). E também, já tinha umas pendências na necessaire que queria aproveitar pra resolver nesse fim de semana.

Bom, o fim de semana chegou, Lari veio pra cá, minhas amigas se dividiram entre duas que acharam super legal que eu ia conhecer uma amiga da internet e uma achando que ela ia me matar com uma peixeira; meu namorado com medo de que ela fosse homem, mas deu tudo certo.

Depois daquele momento "Ai, que legaaal te conhecerrr!", começamos o tour pela capital. À pé, porque essa é a vida de estudante.

DAY ONE:
Nos encontramos quase no fim da tarde pra ir no Stand Center novo, na (templo) Onofre (onde acho que não perdoamos um só provador da Bourjois), na Niko da Pamplona com a Lorena (sim, ela ainda tá aberta, ainda com 70% OFF, e com alguns produtos Bourjois e Pupa a preços suuper amigos! Sabem aquela sombra unitária que vem numa embalagem igual à do blush? Então, tava saindo por o quê, Lari? R$27, R$30? E vende pela net aqui), consegui me perder (isso mesmo. Me perdi. Na cidade em que eu moro. E acostumem-se: eu faço isso o tempo todo) pra achar a Oscar Freire, mas depois de uma assuntada com o dono de uma lanchonete, back on track!

Depois de rodar a Oscar Freire inteira, pagar 5 reais numa quiche (meu almoço foram 5 amendoins, gente. Eu não tava pensando direito. Só precisava de QUEIJO), xingar todas as lojas por serem caras mas ficar babando por todas as vitrines e se perder na galeria Melissa (que tá toda decorada com motivos tribais por causa da coleção nova e ainda tem meio elefante branco estacionado na porta) e ficarmos high total com o cheirinho de chiclete de lá, começamos a marcha Augusta acima.

Lari, que é uma lady, não reclamou da nossa pequena odisséia, mas eu que sou véia e preguiçosa choraminguei por toda aquela ladeira maldita.
Paramos ainda numa perfumariazinha muuuuito boa chamada OMY (acuma?), onde vende Marcelo Beauty, Vult, Koloss, entre outras marcas e muita, mas muita coisa meeeeeesmo de shampoos, condicionadores, hidratantes, enfim, creme pra cada centímetro do seu corpo. E esmaltes.

Rolou ainda uma visita à Livraria Cultura mará do Conjunto Nacional (a.k.a - onde quero morar) e à minha tão falada, tão querida e tão amada DrogaRaia.

Depois de quase morrer, viemos pra minha casa, onde quase morremos de novo de tanto comer pizza e bolo.
Primeiro dia foi super gostoso, ficamos conversando até meia noite até ela voltar pra pousada.

A minha única compra do dia foi um A-C-H-A-D-O na Perfumaria OMY.
Gente, quando eu tinha 10 anos, mamis comprou um condicionador importado maravilhoso, que deixou o meu cabelo (na época muy diferente, lisíssimo e brilhante, e não o evil twin dele que eu carrego na cabeça, doido, sem forma definida, mas sim, ainda brilhante) maravilhoso, perfeito, tão lindo que até eu tinha inveja de mim mesma.
Só que o negócio era super difícil de achar, e nunca mais conseguimos comprar.

Eu procurei por ele por muito tempo, sempre tentando achar esse rótulo com a foto de um mamão, mas nunca encontrei. Não lembrava a marca também, mas lembrava do mamão.
Depois de uns anos (oi? Fazem quase 12 desde que eu usei esse trem) eu acabei esquecendo, desencanando, porque era muito difícil mesmo.

Daí, eis que sexta me deparo com ele! MORRI!

Achei que era lenda, elo perdido, tesouro de pirata, dente da Amy Winehouse: que não existisse!

Mas não, pessoas. Aí está ele: Papaya & Awapuhi Hight Tide Volume Conditioner, da Freeman.
O Awapuhi é uma fruta natural do Índia, que possui um suco hidratante e nutritivo em suas frutas, e junto com a papaia deixam seu cabelo super hidratado e leve.

O legal é que todos os produtos são vegans e não testados em animais. Aliás, olha o que vem escrito atrás:

"Tested in Paradise by friends and family. No animal testing." (Testado no Paraíso por amigos e familiares. Sem testes em animais).

Ri muito.

Bom, resenhas depois, junto com o resto do fim de semana (sim, dividirei em 3 posts porque tenho pena dos olhinhos de vocês, queridas leitoras)!



7 comentários:

May disse...

e cadê as fotos do encontro?

conheço todos os lugares citados de "cabo a rabo"
adoroooooooo!

beijOkas

Ana. disse...

também quero fotos do encontro!
ai, que delícia conhecer pessoalmente uma amiga tão querida! sonho em conhecer a minha amigona que encontrei por esse mundinho do blog também.
beijos, flor! ;*

Larissa disse...

hahaha.
Ah, Feh, MORRI aqui lembrando da nossa odisséia. Não reclamei pq eue estava de tênis, né, bem? No sábado, com a Melissa, vc viu que eu nem falava mais, só me arrastava infinitamente.
As sombras custavam R$ 27,00 ( MEU DEUS, RESISTI! Foi muito autocontrole!). E depois, eu, tchonga, esqueci de voltar na Cultura leeeeeeeeeenda pra comprar Breaking Dawn, né? Dá zero pra mim, Feh!
Ai, guardarei esse post no coração!
:****

Rita disse...

Nossa! Larissa é minha melhor amiga, sabe? de quase 11 anos.
Lendo esse seu post, morri de rir. Voce escreve igual a mim, eu tambem sou uma supra reclamona de ladeiras.

bjs

Fefeh B. disse...

Menians, guenta ae q eu juro q ponho fotos, hahah!

Lari, nem lembrei de Breaking Dawn tbm viu hahah! Mas fala pra sua irmã comprar na Saraiva lá por 29 reais mesmo, q eu acho q o preço bom vai estar por aí.


Rita, sei sim! A Lari fala muito de vc, sabia?
E q bom q não estou sozinha, hahaha. Te garanto então que, se vc visse a ladeira, ia choramingar tbm! haha

bjão!

Rita disse...

Nao diga isso que só dei fora em sao paulo!

Pegamos o metro de clinicas ate consoloçao pra descer a augusta e qd estavamos qse com oscar freire descobrimos de olhar no mapa que nao precisavamos ter pego metro nenhum. Alias andamos mais pra pegar o metro do que se tivessemos virado a direita na oscar freire. kkk E subi e desci a augusta umas 4 vezes! Foi lindo!

Fefeh B. disse...

Hahahahhahahahha

Pegar metrô na Clínicas pra descer na Consolação foi ótimo hahahahha!

Mas esquenta não, Rita, se eu que moro lá pertinho ainda consegui me perder..rs

Bjos!