Meu blog mudou!

Voce vai ser redirecionado em 5 segundos. Se nao for, visite
http://www.pimentarosa.net
e adicione aos seus favoritos.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Basic Hair - Marco Antonio de Biaggi



Se tem uma coisa que eu adoro, é quando acaba algum produto aqui em casa. Shampoo, condicionador, hidratante, qualquer coisa. Porque aí vem a parte mais legal: escolher um novo, se aventurar no mar de cosméticos das prateleiras da perfumaria mais próximas.
Levante a mão aí quem não fica no maior frenesi nesses momentos. Afinal, as possibilidades são infinitas! Uma porção de marcas, de tipos de produtos, de cheiros, de preço$... Enfim, pra mim é uma loucura!
Eu saio feliz como uma criança que vai ganhar um presente quando vou até a farmácia mais próxima ficar bons três quartos de hora admirando os rótulos dos produtos.
Parece doença? Bom, não devemos excluir essa possibilidade. Quem sabe não inauguramos uma nova classe de sindrômicas, hein? Mó legal!

Bom, semana passada chegou mais uma vez esse momento má-gi-co de ir comprar shampoo AND condicionador.
Fiquei um tempão pensando, analisando as opções: Elseve eu gosto, mas já usei e queria algo diferente; Boticário tem aquela coisa de pratodosostiposdecabelo que eu nem sempre me dou bem; Pantene é bom, mas não gosto muito da embalagem; Seda depende do meu humor; John Frieda depende do humor do meu bolso; etc, etc.

Bom, depois de confabular comigo mesma e decidir que o tempo de permanência normal em uma loja já havia sido excedido, tendo eu cruzado a barreira consumidora/possível ladra aos olhos dos atendentes, fiquei entre a marca Est e a Basic Hair.
Acabei levando a Basic Hair por ser um pouco mais barata que a outra, mas mesmo assim longe de ser uma bagatela. E outra, ainda leva o nome de Marco Antonio de Biaggi, o cabelereiro dos estrelas que tem sorriso creepy nas campanhas da Avon.

Levei o kit de shampoo+condicionador+necessaire inútil pra cabelos secos, danificados ou tingidos de Óleo de Abacate e extrato de alecrim (foto).

Bom, vamos a eles:
Cada um vem com 250ml, o que eu achei bem pouco, principalmente pelo preço que eles custam. A maioria vem com 350ml, e custa bem mais em conta.
A embalagem é legal, mas nada demais, sabem?
Eu passo o shampoo no cabelo duas vezes antes dos condicionador, e nas duas eu tive uma surpresa assim, digamos, não muito boa.
O meu cabelo seco não tem muitos nós, é geralmente bem desembaraçado e macio. Mas quando eu passo o shampoo, dependendo do produto, ele fica doidão, se enrolando e se emaranhando que nem um ninho de mafagafos (nunca achei que usaria tal comparação!). Estranhíssimo mesmo. Só que, geralmente, eu consigo desembaraçá-lo no banho mesmo com um pente.
E com esse aí não foi diferente: passei o negócio e o bolo de cabelo habitual se formou. O problema é que não desembaraçava de jeito nenhum! E fazia barulho e tinha consistência de bombril. Sacam bombril? Palha de aço bombril? BOMBRIL????
Surtei, né! A vontade foi de ligar pra minha mãe choramingando. Eu ia fazer o quê?? Cortar o cabelo fora parecia a opção mais viável e de melhores resultados!

Aí, não tive dúvidas: taquei um moonte de condicionador na mão e passei no emaranhado, digo, cabelo, massageando pro negócio realmente penetrar (ui!).
Deixei uns dois minutinhos e..... voilá! Solto. Desembaraçado. PERFEITO.

O cheiro do negócio era maravilhoso. Muito, muito gostoso mesmo. Eu saí do banho, tirei o excesso de água e passei um pente. Nada de nós. Nada.

Bem, o perfume não dura tanto tempo quanto eu gostaria no cabelo, depois fica super mais sutil. O cabelo ficou super brilhante, soltinho e macio.
Mas confesso que fiquei com MEDO dessa linha. Tipo, imaginem se eu não tivesse comprado o condicionador junto? Acho que nem jogando manteiga o cabelo voltava a desembaraçar. E também, considerem que usei uma quantidade generosa do produto pra dar certo.
Ou seja, o cabelo ficou lindo, brilhante e cheiroso, mas o shampoo e condicionador são meio carinhos, não rendem muito - meu cabelo tem comprimento mediano e eu já usei uma quantidade considerável - e ainda tem esse lance do shampoo psicopata.

Não sei se amei o resultado ou odiei o processo pra chegar até ele. Acho que por enquanto, só tenho medo mesmo!

PS: Pras interessadas, tem aqui.

3 comentários:

Mari disse...

Humm que estranho, o detergente do shampoo deve ser muito forte para deixar o cabelo assim.

Larissa disse...

Vi na Droga Raia, achei a embalagem bem xoxa pro preço que cobram e o medo bateu quando eu vi o nome do Marco Antônio de Biaggi. Sério, aquele cara NÃO desce... uma pessoa que fala que só as loiras de cabelo comprido são poderosas e que cabelo virgem é uó só pode ser louco.
E eu também fico louca quando acaba shampoo e condicionador, adooooooooooooooooooro.

Yas disse...

nunca usei essa marca... mas eu sei exatamente como é o esquema de passar horas na farmácia escolhendo um produto novo! meu esfoliante facial tá acabando e eu já tô me coçando todinha pra ir escolher outro :D~