Meu blog mudou!

Voce vai ser redirecionado em 5 segundos. Se nao for, visite
http://www.pimentarosa.net
e adicione aos seus favoritos.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Mudando de Assunto... Punk Goes Pop


Outro dia, conversando com meu primo no msn, ele me mandou o link de um vídeo do youtube.

Era esse vídeo aqui, uma versão cover de "Toxic" da Britney. Quem canta é a banda Static Lullaby, de quem eu nunca tinha ouvido falar, mas que fizeram a música ficar bem bad ass.

Acontece que é uma versão rock (muito boa) da música original, com direito à várias piriguétchys vestidas à la Britoca-foi-ao-sexy-shop fazendo caras idiotas e agarrando o vocalista (e todo o resto das pessoas, incluindo a galera do backstage). Hi-lá-rio. 

Loiras toscas e cara chato berrando à parte, ficou ótima!

Eu adoro quando regravam músicas famosas de um jeito completamente diferente, que a gente nunca ia imaginar.

Pesquisando um pouco no gúgou nosso de cada dia, descobri que a música faz parte de uma coletânea chamada Punk Goes Pop, mais precisamente, no volume 2:



A idéia é bem legal: pegar vários hits dos quais os Justins e Brits da vida se orgulham e transformar numa versão mais hardcore.

Baixei pra conferir!

Bom, vamos lá:

Adorei a versão de What Goes Around, Comes Around do Alesana, mas também tiraria esse cão raivoso que fica berrando. Justino (by Dani, haha) teria vergonha e não arriscaria seus passinhos no estilo Michael Jackson se cantasse com eles.

A de Apologize tá ainda meio calminha, comparada com a de Baby One More Time, onde nem cogitei que fosse esse tal de August Burns Red cantando, mas sim a Srta. Spears completamente possuída:

HIT ME BABY ONE MORE TÁÁÁIMEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!! YEAAAAAAAAAHH!!!

Como vocês podem ver, nem toda versão fica boa. Além dessa desgraça aí de cima, tem também tem uma de I Kissed A Girl cantada por alguém que eu acho que é a Cher ou o R2D2.

A Beautiful Girls do Bayside é uma tentativa honrosa, mas desafinada de regravar a música do Sean Kingston. Não adianta, não há versão dessa bendita que eu goste.

Bom, gostar eu gostei também da See You Again da Breath Caroline (que deve ser filha da Cher) e da Disturbia do The Cab, mas a campeã na minha opinião foi When I Grow Up do Mayday Parade, que ficou móóito superior à das Pussycat Dolls.

O melhor foi ouvir um cara cantando a parte onde elas dizem que, quando crescessem, elas queriam ter peitos.


Como assim, cara?!


Adoro essas versões completamente nada a ver, mas que dão certo. 

Sim,que dão certo. Porque depois que o Calypso cometeu a heresia de regravar Keane em versão forró e que Stefhany quase matou a música da Vanessa Carlton, todo cuidado é pouco com esses covers da vida.


PS: Pra quem quiser baixar o cd, tem aqui. 

PS2: Só eu me incomodo muito com esse povo gritando querendo ficar com amidalite? Oi? Toma banho frio e corre pela rua pelado, mas não estoura os meus ouvidos, plis.

3 comentários:

Márcia Cavalcanti!!! disse...

Quando eu comecei a ler "uma versão cover de "Toxic" da Britney. Quem canta é a banda Static Lullaby," na hora eu pensei " -heeey eu tenho essa música" aeaaehaehaehhae ... procurei toxic no media player e achei uma versão completamente nada a ver aeheah ( me enganei totalmente) o que eu tenho uma versão..bem lentinha e bonitinha na voz da Yael Naim! ahahaehaehea

Mas então.... como assim Calupso regravando Keane O_O? Eu nunca vi isso meu deus?!!!?! aeaehahehaehaehaehae

Milena disse...

Tô viva ainda... Foi por pouco, mas tô. rs
Tô fazendo um post inspirado por vc... Tá saindo, daqui a pouco passa lá pra ler. :P

Bjs!

Fefeh B. disse...

Márcia, e é boa essa versão?
Vou ver se eu acho, fiquei curiosa!!

Então, menina. Gravou uma versão de Somewhere Only We Know em ritmo de forró. Quase morri qdo ouvi.
É tão tosca q o google se recusou a achar.

Mi, não comento nada desse post inspirado em mim...rs
Olha a sapatada! hahaha