Meu blog mudou!

Voce vai ser redirecionado em 5 segundos. Se nao for, visite
http://www.pimentarosa.net
e adicione aos seus favoritos.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Mudando de Assunto... Livros famosos que decepcionam

*** Esse post contém spoilers do livro "O Morro dos Ventos Uivantes"

Hoje eu inauguro uma nova tag aqui no Pimenta Rosa: Mudando de Assunto.

Uma vez por semana, religiosamente (espero), vou tirar um dia pra postar algo não relacionado com makes e afins.

Não, não me odeiem, mas é que eu gosto taanto das minhas leitoras que quero falar sobre mil assuntos com elas! :)

E de make eu falo todo dia, néam? Vamos falar de outra coisa toda quarta feira?

Bom, vou começar falando de livros famosos que depecionam o leitor. Livros não, livro, no singular.

Tipo, quando eu acabei de ler Eclipse *suspiro*, eu fiquei meio órfã de livros. E agora? Sair de Forks pra ir pra onde?

Vocês não odeiam quando isso acontece? A gente tá super envolvida em uma história e.. o livro acaba! Eae? Fazer o quê? 
Sorte que Crepúsculo é uma série, mas o mardito do último livro só sai em Junho. 

Sendo a traça que sou, eu simplesmente não consigo ficar sem ler alguma coisa. Qualquer coisa. Serve receita de bolo, rótulo de shampoo. Preciso cansar uzóio com umas letrinhas miúdas.

Quem me inspirou no meu próximo livro foi a própria Bella sem sal, nem açúcar. Ela não vivia de nariz enfiado no "Morro dos Ventos Uivantes"?
Ok. Vamos ver o que tem de tão bom nele assim.

Pensei em comprar, mas aí vi que tinha na beloved biblioteca da faculdade (chamada carinhosamente de "bíbou" - sim gente, eu apelidei a biblioteca. Sou nerd assim, haha) e foi de lá mesmo que eu tirei.

O enredo é mais ou menos assim: Heathcliff e Cathy são apaixonados um pelo outro, mas existem mil coisas pra impedí-los de ficar juntos. Além deles mesmo.

Mas quem espera uma história de amor, com o casal principal meigo e apaixonado chorando as pitangas por estarem longe um do outro, pode tirar o cavalo da chuva. Tá, eles choram as pitangas por não estarem juntos, mas gentchi, que povo mais barraqueiro. Sério.

Heathcliff e Cathy vivem aquele amor bandido de "você não vale nada mais eu gosto de você", sacam?
Ele é um perverso horroroso e ela é uma mimada insuportável. Os dois mais se xingam do que trocam juras de amor. Só falta sair tapa na cara.
E tipo.. na metade do livro, ela morre. Oi, comofaz????

Tá bom que eu tô metendo o pau num clássico eterno, então, como diria Milena, "corre e desvia das sapatadas", haha. Sério, gente, o livro sucks total. É só desgraça digna de novela mexicana, mas sem o casal apaixonado no final. O povo é super barraqueiro, vive se xingando, se odiando, quebrando a casa, se batendo. Uó. 

A única alma que presta é a Catherine, filha da Cathy com outro cara. E ela ainda se apaixona pelo filho do Heathcliff, que é uma beecheenha (será que pode falar isso? haha) muito da chata e fresca.

Aff. 
Li, incrédula, até o final. Mais de inconformidade pelo livro ser tão decepcionante do que por vontade. Juro que até o último segundo eu esperava uma reviravolta. Um gancho pra um final fantástico. Um bilhete escrito "pegadinha do malandro". Nada.

É daqueles livros que acabam do nada, sabe?

Desculpem, desculpem, desculpem por ofender um clássico, mas confesso que foi a maior decepção. O que aquela chata da Bella vê nele, eu não sei.

Daí eu fiquei super frustrada e bookless novamente. 
Voltei à bíbou querida e amada e fuçando numas estantes desconhecidas achei "A máscara da sedutora", da Victoria Holt. Abstenham esse nome tosco de novela mexicana/filme pornô, porque a história tá muito boa.

É a sagade uma menina chamada Suewellyn (JURO que é o nome dela mesmo. Não tô zuando vocês. Nem eu seria capaz de inventar um nome piriguétchy desses) e da família dela, Anabel e Joel. Acontece que ela é uma filha bastarda e a história dela é contada ao longo do livro, explicando também o affair que resultou na garota.

Nunca ouvi falar de Victoria Holt. Prazer, gatha. 
Wikipedia me contou que esse nome é um dos muitos pseudônimos da dona Eleanor Hibbert e que ela foi uma das mais prolíficas (?) escritoras inglesas de ficção do mundo. Ahn? Tá bom pra vocês?

As coisas que a gente descobre à toa na biblioteca.

Enfim, até agora recomendo o livro, a história é bem legal. Uma coisa meio The Tudors com menos putaria.

O duro é que o livro é tão velhaco que só tem em sebos. Recomendo o Estante Virtual, maior do Brasil. 

Pra vocês verem que nome não é tudo, né. Eu tava super empolgada com o "Morro dos Ventos Uivantes", achando que ia ser aquela história de amor de chorar até ficar cega com os olhos inchados, abraçar o travesseiro e me perguntar "Por quêêê, Meu Deus, eu não nasci nessa épocaa?"

Mas não. Aliás, acho que se Heathcliff e Cathy vivessem nos dias de hoje, morariam num cortiço e ia baixar a polícia toda noite. 

Ô, povo grosso.

PS: Esqueci de contar. Suewellyn tem uma meia irmã: Susannah. Hahahahahhahahahah!

19 comentários:

Meire disse...

Nossa, eu adorei sua idéia. Amooo ler, também, e já tinha pensado em fazer uma coluna fixa em meu blog pra falar a respeito de um livro por semana, mas não sou tão certinha assim...hahaha. Sou meio esquecida e seria difícil publicar a "coluna" toda semana, sem falta. Mas ainda não desisti! Gosto de discutir a respeito dos livros que leio. Eu tenho Morro dos ventos uivantes no meu computador, mas ainda não li. Na verdade, comprei dois livros do Luis Fernando Veríssimo e estou terminando de ler.

Meire disse...

Ah, e me desculpe se alguém não gostar que você escreva a respeito de livros, mas temos que trabalhar a mente também, não só o corpo!

Fefeh B. disse...

Oi Meire! Que bom que gostou!
Então, na verdade essa coluna é pra falar de qualquer assunto em geral que não relacionado à makes e derivados. Mas eu vou acabar falando muito de livros, porque eu amo ler..rs
Mas é pra falar de outros assuntos tb! :)

Então, ainda não sei quanto à "religiosidade" dela, vamos ver se vou conseguir fazê-la fixa sempre mesmo..

Eu dou o maior apoio pra vc fazer uma tb, eu adoro ler dicas e resenhas de tudo, inclusive de livros!

Credo, eu não gostei nem um pouco desse livro. Esperava muito mais, na boa.

Ainda bem que gostou! Eu tb acho que tem mto assunto interessante fora do mundo das maquiagens.. E variar um pouco não mata ngm, né?

bjos!

Elyana disse...

Também não gostei do Morro.. não. Acho que pra gente gostar de uma história, tem que simpatizar com os personagens. E ô povo chato o desse livro!

Agora, se aparecer um monte de periguete com o nome de Suewellyn eu te culpo por divulgar esse nome! :P

Fefeh B. disse...

Hahahaha e a gente acha que é nome de pobre, né? Olha a mulher lá toda pheena, é inglesa de época e vive num castelo, e me coloca o nome da filha de Suewellyn.
Isso prova que a piriguetagem é gringa, hahahah.

Ice disse...

geeenete q bosta eu tbm juvara que era um romance tipo OOOOOOOOOOOO MEU DEEUUUUUS EEEEU QUEROOO UM DESSES TBM AAAAAAAA DEUUUS AAAA:~~~~~e choraa litros
asduhasudhausdhuashd ate entra em depressao ta parei
mas enfim ainda bem que voce contou porque eu tava ate negociando com uma cara aquina net ptra comprarr -Q
pq ele nao me falou isso asudhasd

bjo linda

Carina! disse...

Aii, sério que tu não gostou? Eu me apaixonei pelo livro, é um amor doentiooooooooo! Heathcliff é minha visão de homem-selvagem na face da terra! E eles são fruto de toda mesquinharia e sociedade hipócrita e terrível da época! Eu adorei, até roubei o livro antigo da minha mãe que tava com a minha prima só pra eu ler de novo! hauisha
Tinha lido antes de ler Crepúsculo, aí depois, influenciada pela Bella, li de novo hauisha

Sabe o que tu pode gostar, desses mais clássicos que a Bella também indicou indiretamente, em Crepúsculo? Os da Jane Austen! Tu gostou de Orgulho e Preconceito, né? Os livros dela são mais ou menos assim, as conturbadas relações de amor (bonitinho) naqueles anos passados. São mais fofos, pelo menos hauisha

Bjo!

Camilah disse...

E eu q até há pouco tempo achava q o livro era fictício... hahahaha
Mais que droga hein? Pq a Bella perdia tempo com ele? Podia gastar com o Edward... muito melhor na minha opinião!
Não tenho lido nada essas ultimas semanas a não ser livros acadêmicos... provas... affz
Uma autora que gostei muuuito, foi a Danielle Stell, alguns livros dela conhecidos são : Caleidoscópio e O acidente e confesso q chorei horrores nos dois. São beem antigos, e não sei se na bíbou vc vai encontra Fefeh!!
Mas fica a dica!
Beijoks

Camilah disse...

Tô até agora tentando pronunciar Suewellyn A perigueti! hahaha

Milena disse...

Ahá, vai levar va primeira sapatada de mim!!! rsrsrs

Olha, eu AMO esse livro. Acho que vc não curtiu porque começou com a vibe errada, tipo: se soubesse que era drama em vez de romance, talvez curtisse, porque o livro tem bem mais coisas nas entrelinhas.

Apesar da relação dos dois, o amor não é sozinho o foco do livro. O Heathcliff foi adotado de um background cigano, sem educação nenhuma... Apesar de ter se esforçado para se integrar à família e ser digno da Cathy, sempre foi menosprezado e tratado como inferior pelo irmão dela (que logo virou o chefe da família, com a morte do pai).

Ele foi despido de qualquer dignidade apesar da sua devoção, e isso o deixou revoltado e sozinho. Ele perdeu a única referência que ele tinha, que era ela, e aí virou ele contra o resto do mundo. Ele queria causar de volta todo o sofrimento que sentia.

Ela, por sua vez, também o amava, mas sabia que era praticamente impossível ficarem juntos depois que a vida deles foi separada e ele virou praticamente um serviçal chucro. Naquela época isso era impossível. Mas ela admirava a força do Heathcliff, e por isso acabou desprezando a falta de punho do marido, apesar de também gostar dele.

Acho que o livro mostra os caminhos tortuosos e pequenos detalhes que causam grandes desastres, e a inevitabilidade do destino. E que nem sempre a gente é dono das nossas vontades, nem as nossas vontades comandam nossa vida.

O filme é lindíssimo, é com Juliette Binoche e Ralph Finnes (ele está lindíssimo). Acho mais "digerível" que o filme.

Todo clássico é de linguagem difícil, o ritmo é diferente, a forma de descrever tudo nos é estranha. Uma adaptação às vezes torna tudo mais claro.

Eu de vez em quando me decepciono com algum livro clássico, mas tomo cuidado pra não deixar a narrativa influenciar a história. Odiei ler "O Retrato de Dorian Grey", achei super maçante. Mas já sabia a história, e continuo achando genial.

Ai cacilda, joga um sapato em mim senão eu não paro!!!!! kkkkkkkkkkk

Bjs

Milena disse...

Ah, se vc qtá procurando algo pra ler e curte os Tudors, a série da Philippa Gregory (que escreveu A Irmã da Ana Bolena) é legal. Tem Ebook no http://www.esnips.com/

PS: Quando eu disse que vc começou com a vibe errada, não é crítica a vc... É que a história é "vendida" como história de amor mesmo. Pouca gente sabe que é uma coisa bem punk, dark mesmo.

Raquel disse...

Posso indicar um outro livro pra qnd vc ficar órfã de novo? Eu li há pouco tempo e amei, "To kill a Mocking bird", da Harper Lee. O nome em português é algo como "o sol é para todos", "o sol nasce para todos"...
Não é romance açucarado não, é sobre uma família do sul dos EUA de antigamente, quando existia muito preconceito e tal... E muito muito bom!

E quanto ao "Morro...", fiquei com uma má impressão depois do seu post, mas depois do comentário da Milena, fiquei com vontade de ler! Acho que vou ler para tirar minhas próprias conclusões... Até porque eu não gosto muito de romances muito açucarados, então esse romance conturbado deve ser bom!

Também adorei a idéia do post off-topic!

Beijos!

Carina! disse...

Milenaaaa, super fã do livro, toca aeee! Eu não tenho desenvoltura pra descrever os personagens assim, mas também AMEI o drama super conturbado deles!
Antes de ler, tinham me falado da música "Wuthering Hights", que é tipo o espírito da Cathy I chamando o HC pela janela. Então imagina só a minha primeira impressão: pra mim, era um livro sobre o amor além da vida iUHAOSIUAHSA


O Retrato de Dorian Gray eu li há anos, mas é ótimoo, uma coisa de loco, aquilo! Eu gostei da narrativa. Aliás, narrativa é uma coisa que muito me interessa! Tanto que em Crepúsculo, qdo o JAcob narra uma parte, é delírio puro, dá pra saber o que tem na cabeça dele! Super surtei na hora haiusha

Gabilly disse...

Acho digno você falar sobre outras coisas além de maquiagem afinal eu não leio isso aqui só por causa das dicas de maquiagem não. eu leio porque adoro o seu humor!

Quanto ao Morro dos Ventos Uivantes eu tenho o livro mas assim que li as primeiras linhas eu desisti, achei boooored. Prefiro a música da kate Bush :P

Gisa Dias* disse...

Olá, estava vendo o seu blog, achei ele la na Ma!
Te linkei!
gostei do seu blog e do seu ultimo post!

Se tiver um tempinho passa la no meu!

Bjokas!

Fefeh B. disse...

Meninas, tô adoran o bate papo literário aqui, hahah.

Primeiro queria pedir desculpas pq eu acho q fui meio pobre na descrição do livro, devia ter feito uma sinopse decente, o que a Mi fez com louvor!

Carina, eu considerei essa parte de que o Heathcliff sofreu horrores e só virou aquele crápula devido à todo o sofrimento que ele passou, mas a verdade é que eu esperava outro tipo de história, completamente diferente!
Orgulho e Preconceito eu vi o filme e amay, e quero ler o livro sim!

Cah, eu li um da Danielle Steel, não me lembro o nome.. Era sobre uma fotógrafa que estava em processo de divórcio, mas confesso que não curti mto tb, achei mto melodrama, haha. Mas tô disposta a dar uma nova chance pra ela, já que é tão famosa. Vou anotar esses nomes que vc falou e procurar. Obrigada, amore!

Mi, acho que um dos motivos foi exatamente esse: eu tava achando que era uma história de amooor, completamente diferente! Isso me decepcionou demais!
Eu considerei tudo isso q vc falou sobre o HC e é verdade mesmo, ele realmente é cruel assim por causa de tudo que aconteceu com ele, da forma como ele foi tratado e tals.. Mas sei lá, acho que me irritou mto q ele e a Cathy nunca conseguiam se entender decentemente, viviam se maltratando, e no último momento, em que eles estavam se declarando a desgraçada vai e morre! Acho que a história de amor deles era até bonita, mas pô, deviam dar continuidade! E depois disso foi só sofrimento, SÓ SOFRIMENTO MESMO, chegou a me parecer forçado de tanta desgraça! Aquilo me irritou, pq a Catherine só foi ter um pingo de felicidade no fianl, e até o casal dela com ele me pareceu falso, sei lá, parecendo final de novela, q vc não tem com quem juntar uma pessoa e junta com uma nada a ver? Eu sei que teve toda uma preparação sutil pra eles ficarem juntos, mas pra mim não colou..
Eu li o prefácio que foi escrito pela irmã dela, Charlotte, e me esclareceu bastante. Fala que na época o livro não foi bem recebido, tb o taxaram de perverso, mas ela disse que o livro era um retrato da realidade da época onde elas viviam, e da irmã. A Emily era super reservada, elas todas não tinham mto convívio social e o romance foi escrito pra retratar a vida nas charnecas onde elas moravam.
Não fiquei brava com a sua opinião não, flor. O legal do blog é isso mesmo, a gente vai trocando opiniões. É que realmente ele não era NADA do q eu esperava!
Não é q eu não goste de drama e uma desgracinha de vez em quando, mas sei lá, acho que é bom balancear, né? Q nem naquele "Tróia: Um Romance" que eu amo e já falei aqui no blog: tem muita desgraça, mas tem uns amores ardentes, apaixonados pra dar equilibrio.
Outros que eu li e que foram meio pesadinhos, mas não deixaram de ser muito bons foram "A casa dos espíritos (oi? todo mundo é estuprada) e as Brumas de Avalon, com aquela vibe incestuosa toda.
Sei lá.. é de opinião mesmo, né?

Raquel, acho q vc tá certíssima em ler pra tirar suas conclusões, afinal, aqui a gente dá a nossa opinião, mas ela pode ser nada a ver com a sua, né?
Obrigada pela dica, vou anotar o nome tb qdo esse acabar! :)

Que bom que vcs gostaram de variar um pouco de assunto!
Podem dar idéias, inclusive. Nos comments, por e-mail, aonde vcs quiserem. O blog é de vcs, galera! Dêem idéias pra ele ficar melhor!

Obrigada à todas pelos comentários e pelas opiniões! Podem discordar de mim à vontade! Não xingando a mãe, tá tudo certo! hahaha

PS: Bíbliaaaaa! Sorry, sorry, haha..

Rakel disse...

É simplesmente o livro da minha vidaaaa!!!!
Mas msm assim gostei do q vc escreveu, huauahuahaha.
Ow, sério msm, marcou minha adolescencia, praticamente cresci fantasiando um "amor bandido" desses,hihihi
Beijos!

Milena disse...

Fefê, livro é assim mesmo, é algo muito engraçado. Uma pessoa pode gostar do mesmo tipo de coisas que vc, mas vc e ela terem impressões totalmente diferentes sobre um mesmo livro. Até em momentos diferentes da vida, a gente vê o mesmo livro de outra forma.

Eu entendo o que vc diz sobre a frustração, é frustrante DEMAIS mesmo. Mas às vezes a vida também é, né. E sei lá... Eu não sei quanto daquilo ali não era muita teimosia de cada um. Eles tiveram algumas oportunidades de se entenderem, mas nenhum queria dar o braço a torcer.

Essa parte da "queda de braço" me lembra um pouco a marquesa e o visconde em Ligações Perigosas. Um destruiu o outro por orgulho e ciúmes (aliás, esse é um livro divino. Aconselho. Mas já aviso que é de intrigas e cinismo, apesar de ter amor pra contrabalançar, rs).

E Brumas de Avalon é outro livro que eu amo.

Fefeh B. disse...

Opa, mais um pra minha lista. Já ouvi falar bem do filme, não sabia nem que tinha livro.
Ainda bem que tem amor pra contrabalançar, hahaha.

Brumas rules tbm.

Preciso anotar todos os livros q vcs falaram, tô esquecendo já! Não pode!! hahaha

Obrigada, lindas!