Meu blog mudou!

Voce vai ser redirecionado em 5 segundos. Se nao for, visite
http://www.pimentarosa.net
e adicione aos seus favoritos.

sábado, 18 de abril de 2009

Filmes (malucos) que marcaram minha infância

Faz um tempão que eu estou pra fazer esse post, mas a verdade é que nunca conseguia me lembrar de filmes suficientes.

Aí hoje, com a ajuda do google, reuni uns poucos, mas muito, muito bons que marcaram a minha infância.

Já sei o que vocês estão pensando. Disney. Rei Leão. Saltimbancos. Filmes dos Trapalhões.
Não, minha gente.
Tá certo que eu também via todos esses, mas os que realmente marcaram a minha infância, os que eu me lembro até hoje, mesmo que sejam antigõões, velhacos e ninguém mais assista, esses sim merecem ser lembrados aqui.



O primeiro é A louca louca história de Robin Hood (Robin Hood: Men in Tights, 1993). A paródia hilária da história original com Cary Elwes (que parece uma versão mais gatinha, mas igualmente engraçada do Jim Carrey) como herói e Amy Yasbeck como Marian era um dos meus filmes preferidos.
Definitivamente, não se fazem mais comédias de duplo sentido assim. Hoje, tudo é só putaria. E esse tipo de filme era realmente o tipo de pastelão que eu adorava e simijava de rir!
O nome original do filme faz ainda uma brincadeira com as calças justas que os caras usam no filme (Men in Tights), e tem até uma música hilária onde eles se defendem, dizendo que tem que ser muito macho pra usar calça coladeenha. Uy!

A dancinha imperdível, e melhor parte do filme, na minha opinião, é essa aqui.




Outro clássico dos meus primeiros dez ano de vida foi O Clube das desquitadas (First Wives Club, 1996), que conta a história de 3 amigas quarentonas que foram trocadas pelos maridos por mulheres mais novas.
Amo esse filme primeiro porque tem a Bette Midler, dyva total e absoluta. Gente, sério. Bette Midler rules all. Tô pra ver uma criatura mais engraçada do que essa atriz baixinha e nariguda.
O duro é que ela está sumidaça faz anos (último filme em que a vi acho que foi "Mulheres - o sexo forte" com cabelo loiro-de-farmácia-chapado e vou te contar, preferia não ter visto. Cê já teve melhor, hein Bette?). Vou fazer campanha: VOLTA BETTE MIDDLER!

Houve uma época na minha vida em que o padrão de qualidade de um filme era se ela participava dele ou não, pra vocês terem idéia. Toda vez que tinha o nome mágico dela na capa, eu nem pensava duas vezes e já alugava.

Outra sumida que está nesse filme é Goldie Hawn (que é mãe da Kate Hudson, sabiam?). Ela também é hilária, e a cena onde ela faz preenchimento (mal feito) labial é de dar pause pra passar os próximos 10 minutos rindo.

E por último também tem a Diane Keaton, super neurótica à la Woody Allen com seus costumeiros terninhos.

Segundo motivo pra amar esse filme é o lema que elas seguem ao pé da risca: "Don't get mad. Get everything!" (Não fique brava. Fique com tudo!). Depois do pé na bunda, todas elas se vingam dos maridos ordinários de formas muito engraçadas.

De quebra tem a Sarah Jesica Parker de ninfetinha burra, tá inacreditável!
Link
Terceiro é a musiquinha ótima que elas cantam no final, nesse vídeo aqui!


Ok, esse realmente vocês vão achar um pouco.. ahn.. estranho. Mas o fato é que A morte lhe cai bem (Death Becomes Her, 1992), comédia de humor negro, me fez rolar no chão de tanto rir.

Não sei se era da Goldie Hawn obesa no começo, ao Bruce Willis covardão e cheio de neuroses ou a Meryl Streep girando a cabeça em 360º, só sei que esse filme também marcou minha infância, por mais bizarro e estranho que possa parecer.



E por último, pra ninguém falar que não falei da Disney, eu também amava e vi umas trocentas vezes, como toda boa criança, o Abracadabra (Hocus Pocus, 1993).

Bette Midler dentuçona e mais nariguda ainda, Sarah Jessica Parker dumb-blondie com sobrancelhas inacreditáveis e a gordinha mais cômica de todas, Kathy Najimy formavam o trio de bruxas amargas que eram trazidas de volta à Terra no Halloween e perseguiam criancinhas para continuarem jovens e (cof, cof) belas.
E quem não se lembra do Billy, o zumbi mais engraçado evá?

Vai, gente, esse aí vocês devem ter assistido. É todo famoseenho.

E ainda tem a musiquinha delas no baile, enfeitiçando todo mundo!

Eu sei, eu sei.
Eu também acho estranho que alguns de meus filmes preferidos quando criança eram sobre bruxas que perseguiam criancinhas, mulheres divorciadas e homens dançando em calças justas, mas fazer o quê? Eu nunca disse que era normal.

A(s) verdades(s) é(são) que:

- Sarah Jessica Parker só fazia papel de bobinha ordinária nessa época, coitada. E foi bom ver que alguém presenteou ela com uma pinça na década de 90.

- Bette Midler sempre será dyva, rainha absoluta da comédica sarcástica.

-Eu me identifico muito mais com mulheres amargas de meia-idade do que com adolescentes. Fato.

- Não se fazem mais filmes como esses! :(

13 comentários:

Caroline® disse...

Também amo O Clube das Desquitadas e Abracadabra! Tem um que eu adoro e ninguém leva fé: Ela é o Diabo, sobre uma mulher baranga que inferniza a vida do ex-marido e da amante dele, a sempre perfeita Meryl Streep.

*Bonitas e bacanas* disse...

A Morte lhe cai bem é SENSACIONAL. Adoro aquele filme. Aquelas atrizes são maravilhosas.

Esses dias reprisou na TV e assisti mais uma vez.

É muito bizarro.

Mari disse...

Esses 3 últimos são clássicos, divertidíssimo, e sempre que passam na TV eu assisto.

Larissa disse...

só vi abracadabra... de resto era só disney, edward mãos de tesoura, meu primeiro amor e o regresso do corcel negro
:*

Raira disse...

Abracadabra e o maximo !!ainda hoje se tiver passando eu paropra dar uma olhadinha

Miene Marilene disse...

Oi Feeh, tudo bem?

Feh, estou fazendo Mais um sorteio no Like a Make de uma palete de gloss da Contém 1G.

Link para o sorteio:
http://www.likeamake.com/?p=1272

Vim lhe convidar para participar e lhe pedir para me ajudar a divulgar.

Pode ser?

Beijos

Marilene
http://www.likeamake.com/?p=1272

Chata de Galocha disse...

Robin Hood eu nem gosto, mas TODOS os outros eu tb amavaaaaaa!!! A morte lhe cai bem então, é um clássico! =))
BJU

Gabilly disse...

Eu adooooro "A Louca Louca História de Robin Hood'!! Mas a comédia que marcou a minha infância mesmo foi Top Secret. Atóron!
:*

anasantanoli disse...

Esses são ótimos filmes. Mas a minha infância será eternamente marcada por:

- Pretty in pink
- Quase igual aos outros
- Stand by me
- Naked Gun
- Dirty Dancing

Liv disse...

poxa! super me identifiquei!
amava o clube das desquitadas e a morte lhe cai bem
chorava de rir toda vez
eu ate baixei a trilha do first wives club
Não se fazem mais filmes como esses! :([2]

podia passar na sessão da tarde hoje hehe

Sera que sará disse...

desses só assiti abracadabra rsrs
mais ñ lembro da historia
sou mais marcada por musicas do q fimes, mais ótima ideia p um futuro post

Adoro o blog, venho te apresentar o meu e adoraria ver sua resposta na pergunta do ultimo post

mil beijos
anita

http://seraquesara.blogspot.com/

Carina! disse...

Só digo uma coisa: GOONIES!

Beejo!

Fefeh B. disse...

Carol, não sei se já assisti Ela é o diabo, mas o nome não me é estranho! Vou ver se assisto! Valeu a dica!

Anita, obrigada pelos elogios, vou passar lá sim!

Hahaha, e minha mãe falou q eu era a única criança maluca que gostava desses filmes, quase q não me deixou fazer o post com medo de todo mundo achar ela mais maluca ainda por alugá-los!
AMO todooos!

Beijos meninas!